Discos: Tatiana Trad libera Tigresa pop em estreia

Nossa avaliação
3.5

Com uma longa estrada na cena soteropolitana, tendo feito parte das bandas Scambo e Lou, a cantora, compositora, musicista e pesquisadora paulistana Tatiana Trad resolveu que 2022 seria o ano de soltar a fera. Melhor dizendo, a Tigresa, alter-ego inspirado na música de Caetano Veloso e adotado por ela para trazer ao mundo seu primeiro EP solo autoral, Vrauu!, lançado em janeiro.

Por Julli Rodrigues *

A voz que prevalece nas quatro faixas que passeiam por diversos gêneros e influências musicais é a de uma mulher sujeita de si e do seu próprio desejo. A “selva mágica” de Tigresa – como descreve o material de divulgação – traz, também, referências ao cinema, aos quadrinhos e aos games. O resultado é um trabalho coeso e divertido, de grande qualidade, que também deixa explícita a densidade do seu background. Tigresa quer colocar todo mundo para dançar, mas certamente não veio para brincar.

Vrauu! tem a produção musical de Marcelo Santana (AquaHertz) e a participação de dois notáveis músicos-produtores do cenário independente baiano: Jotaerre, na faixa de abertura, “Devagarinho”, e Angelo Canja, em “Sem Drama”. As letras versam sobre a expressão e realização do desejo feminino, sempre em uma perspectiva igualitária e livre, como observado na primeira música do EP – “Eu te quero assim, sem querer me dominar, só querendo me amar sem querer me dominar” – e em “O Amor é Agora”, lançada como single (com direito a clipe) em novembro de 2021 – “Encontro com o outro e o meu corpo em gozo é um recado ao patriarcado”.

O disco também tem espaço para uma quase-sofrência empoderada a la Duda Beat em “Libera o Meu Coração”, uma belíssima alfinetada em pessoas – principalmente homens, é preciso admitir – que não conseguem bancar os próprios desejos: “É tão fácil se isentar / pra não ter que assumir / a responsa que não quer / e passar a decisão pra mim / prefere que eu me retire pra se sentir menos culpado / por aquilo que nem mesmo devia ter começado”. Vale dizer que o trabalho de Tigresa deve agradar tanto aos fãs da sofrência pop da artista pernambucana quanto aos admiradores da grande revelação de 2021, a mineira Marina Sena.

A sonoridade do EP vai do dub ao pagodão, do arrocha ao bregabeat, com fluidez e naturalidade, sem recorrer a fórmulas óbvias. O trabalho de Tigresa traz, inclusive, um frescor de novidade em um cenário no qual músicos e produtores entendem que há apenas dois caminhos para o sucesso: o pagotrap lascivo e o indie-pop-MPBista pseudoblasé. O som da artista é despretensioso e divertido sem ser superficial, moderno sem se apoiar nos mesmos timbres e samples de sempre, libertário sem ser over.

Claro, não se deve tirar o mérito da produção assinada por AquaHertz, mas é evidente que Vrauu! também carrega o DNA da vasta bagagem da musicista Tatiana Trad. Uma de suas experiências mais recentes, por sinal, parece dialogar diretamente com a natureza da sua persona felina: a passagem pelo projeto pop Magenta Elétrika, ao lado de Catarina Sampaio e Rafaela Moreira. (Abro um parêntese para deixar registrado que quem foi a um show da Magenta Elétrika no verão 2019/2020 viu a delícia que era esse projeto, e que é uma pena que elas não tenham lançado mais nada além de “Socialaize” e “Ginga e Expressão”, cover da Banda Mel.)

Nesse processo de reinvenção, trazendo à luz uma nova face de si mesma, Tatiana “Tigresa” Trad tem o melhor de dois mundos: uma persona artística pronta para o mundo pop e uma capacidade criativa alimentada por um denso repertório. Ela vem para inventar um lugar na música baiana e tem tudo para poder mais que os leões da mesmice. Sem drama, na manha, bem devagarinho.
———–
* Julli Rodrigues é jornalista, pesquisadora musical e repórter de rádio na Rede Bahia. Produz conteúdo sobre música no Instagram @diletantejulli e no blog Ouvindo Coisas.

Tigresa - Vrauu!
Reader Rating3 Votes
3.5
Nossa avaliação

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Clipe obrigatório: Residente detona imperialismo dos EUA e homenageia América real