Videoclipes


Boas ideias, baixos custos e uma excelente forma de promover o próprio trabalho. Fazer vídeo-clipes está longe de ser novidade, mas durante um bom tempo ficou limitado a boa vontade das emissoras de TV em exibi-los. Hoje, com internet, YouTube e ferramentas diversas, fazer clipe mais do que nunca é uma excelente forma de tornar o trabalho mais conhecido.

O melhor é que além dos artistas, toda a rede ao redor do clipes se mostra interessada em ampliar a produção. A mais específica emissora a trabalhar com os vídeo-clipes, a MTV, por exemplo, voltou atrás. Depois de apostar num formato diferente do que se notabilizou, abandonando os clipes e focando sua programação numa forma de entretenimento mais bobo e menos musical, a emissora decidiu recolocar a música em destaque. Desde março a MTV está com novos programas, com formatos curtos e mais opinião, novos VJs, e o melhor, novamente focando boa parte da programação em música. Agora são 30 programas e 14 horas de música ininterruptas em 11 faixas de clipes. De duas da manhã às 16h, os videoclipes são a principal atração da rede.

Melhor ainda é saber que além dos clipes badalados e gringos, a MTV está abrindo espaço para bandas de todo o país, independentes inclusive. Para quem está acompanhando a emissora, os clipes estão distribuídos nos programas MTV LABs, e dentro dessas faixas musicais, existe o MTV LAB BR, que vai ao ar todos os sábados e domingos das 11h às 12h, onde exibe os clipes independentes. A MTV está lançando também um projeto para conhecer as bandas independentes do Brasil e emplacar os melhores clipes de norte a sul na grade da emissora. E é bom, bandas e artistas não pensarem que isso é bondade, a emissora está atenta para um mercado imenso que já tem sua importância reconhecida em vários outros meios, mas pouco na TV. Eles quem ganhar com isso também. E não há mal nenhum nisso. Com o projeto a emissora quer receber videoclipes para exibir na programação e apresentar as bandas para todo o país. Para isso criou um canal exclusivo via Portal MTV. Os interessados podem contatar a MTV através do email labbr@mtv.com.br, onde vão ser informados sobre como devem proceder para enviar seu material.

Na internet o vídeo-clipe ajudou ao YouTube a ganhar status de um dos principais sites do mundo. Não é a toa também que o portal de vídeos está ampliando seu espaço para vídeo-clipes. Em parceria com a gravadora Universal, o YouTube planeja criar um site exclusivo de videoclipes musicais. A idéia é oferecer mais rentabilidade ao Google, empresa administradora do YouTube, e diminuir os problemas com direitos autorais de vídeos postados no site. A parceria, até então denominada como “Vevo”, pretende também vender ingressos para shows e produtos musicais.

Para quem quer aprender a fazer clipes, uma boa é a oficina ministrada pelo cineasta Alexandre Guena, que será realizada durante três meses, de 20 de abril a 30 de julho, e terá aulas de roteiro e de diversos tipos de filmagem, além de uma série com 6 palestras com nomes como Arlindo Machado, Ricardo Spencer e Raul Machado. A oficina recebeu mais de 140 inscrições, mas apenas 15 pessoas foram selecionadas. Na fase final eles vão se dividir em grupos de três e com dois mil reais por grupo vão produzir um clipe de uma banda ou artista solo do cenário local. No total, cinco vídeos saem do papel e de cara vão parar numa mostra da Sala Walter da Silveira e outra do Cinema da Ufba.

Por falar em vídeo-clipes baianos, uma nova dose deles foi lançada recentemente, aproveitando a proposta de idéias e baixo custo. Nem sempre com resultados primorosos, mas valem como parte do processo Confira:


Dois em Um – “Mais uma Vez” (Luisão Pereira)
Direção de Alexandre Guena e Rodrigo Luna.


Glauco Neves e sua Orquestra Elegante – “Carne de Segunda”
Direção de Diana Matos
Aproveitando o Second Life, Glauco e a banda viram avatar.


Os Culpados – Sobre a Verdade
Direção de Nalini Vasconcelos
Idéia simples feita em cima de ensaios e gravações de estúdio.


Libório e a CombusTão spontânea – lamento
extracomunitario

Totalmente feito com imagens do Google Earth, mais simples impossível.

  1. Eu sempre adorei videoclips, tenho vários VHSs em casa de horas na frente da TV, fui no festival que rolou ano passado e vi muito clipes legais, os dois do Cascadura por exemplo, hoje em dia só gosto da música por causa do clipe, além desses teve o clipe do elevador, nem lembro o nome da banda, mas a historinha é linda!!!

    Gosto de ver coisas novas nesse ramo surgindo, esse clipe do Glauco Neves mesmo, muito bom!!!!Ainda tem um da A Sangue Frio que acho bem legal. Espero que apereçam mais coisas novas e boas para nosso deleite.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais