O que vem por ai

O mercado de música deve ter mais um ano instável em 2008. A grande indústria continua sem rumo definido, perdida com as novidades, enquanto os artistas já começam a se adequar às novas realidades. Dentro ou fora da grande indústria, muitos lançamentos prometem um ano novo interessante. Entre os principais trabalhos que sairão do forno estão o novo do Franz Ferdinand, que promete ser mais dançante, o terceiro de estúdio do Portishead, finalmente deve virar realidade, novos de veteranos como R.E.M., Morrissey, The Cure, Metallica, Madonna e B-52´s e a volta de gente como My Blood Valentine e Jesus & Mary Chain. Alguns discos até já vazaram na internet antes do lançamento, caso de Made in the Dark do Hot Chip, Seventh Ter do Goldfrapp, Lust Lust Lust do The Raveonettes e Jukebox de Cat Power. O Radiohead já abriu o ano lançando In Raibows no formato físico e de cara ocupando os primeiros lugares das paradas inglesas (prova que a iniciativa de soltar primeiro na internet foi mais do que bem sucedida).
Neste primeiro mês saem ainda discos de Girl Talk, Kate Nash, Black Mountain, Magnetic Fields, Robert Pollard, The Mars Volta, Louis XIV, Sons And Daughters. Para o restante do ano podem anotar: fevereiro tem Sheryl Crow com covers de Bob Dylan, Janet Jackson, Metallica, Bob Mould, Lenny Kravitz, Nada Surf, Screaming Trees, British Sea Power, Morcheeba, Mountain Goats, Los Campesinos!, Nas e Rocket From The Crypt. Em março sai Moby, Fergie, Usher, Coldplay, Autechre, The Black Crowes, The B-52’s, The Kills, Panic! At The Disco, 50 Cent, Presidents Of The United States Of America, Be Your Own Pet, Counting Crows e Stephen Malkmus & The Jicks. Abril promete com novos do R.E.M., Portishead, Madonna, Weezer, Supergrass, Billy Bragg, Greenday, The Breeders, Nick Cave and the Bad Seeds, The Roots, além de The Kooks, Alanis Morissette, The Lemonheads. Em maio é a vez de Eminem, Shania Twan, Michael Jackson, Aeroshith, Death Cab For Cutie e Ladytron. O primeiro semestre termina com novos de The Offspring, Beyonce, Dr. Dre. Para terminar o ano no segundo semestre, tem um pouco de tudo: Oasis, Laurin Hill e …The Trail of Dead em agosto, Timbaland e Robbie Williams em setembro, No Doubt e of Montreal em outubro, The Police e U2 em novembro, The Black Eyed Peas, Shakira e Rihanna em dezembro. Fora os novos deAlice In Chains, Raconteurs, Beyoncé, Coldplay, The Cure, Def Leppard, Franz Ferdinand, Gnarls Barkley, Helmet, Mariah Carey, Matisyahu, John Mellencamp, My Bloody Valentine, My Chemical Romance, My Morning Jacket, The Streets, t.A.T.U.e Stevie Wonder sem data definida e os possíveis lançamentos do AC/DC, The Avalanches, Blind Melon, Blur, Built To Spill, Isobel Campbell, The Dandy Warhols, Dirty Pretty Things, Pete Doherty solo, Doves, Scarlett Johansson cantando Tom Waits, Spiritualized, Wolf Parade, The Verve e Jesus & Mary Chain.

Brasucas
Pelo Brasil, mais novidades. A lista de nomes, extensa e diversa, inclui nomes como Otto, Instituto, Mombojó, Mundo Livre S/A, Cidadão Instigado, Curumin, 3 na Massa, Guizado, Nina Becker, Thalma de Freitas, Rômulo Froes, Wado, La Pupuña, Vanguart, DJ Dolores, Cascabulho, De Leve, Cordel do Fogo Encantado e Do Amor. Dizem que o Los Hermanos podem voltar a fazer shows, mas confirmado apenas o disco solo de Marcelo Camelo com várias participações especiais, enquanto o baterista Barba vai tocar com a banda Canastra. Quem também vai lançar disco novo é o Cansei de Ser Sexy. Tem ainda discos novos da turma ligada e desligada do Sepultura. Um dos membros restantes da formação original, Andréas Kissser, vai lançar disco solo. Já Max Cavalera vai soltar um novo trabalho do Soul Fly e também lançará o primeiro trabalho do novo projeto com seu irmão Iggor, o Cavalera Conspiray.

Por aqui
Na Bahia, o ano começa com uma novidade quente, a banda Cof Damu vai soltar seu primeiro disco em 2008 por uma gravadora de peso, a Som Livre, que criou um selo para apostar em novidades da música brasileira. É capaz, de nesse ano ouvirmos a banda baiana até em novela global. O ano promete ser muito mais fértil por aqui, com muitos lançamentos. Grande parte deles atrasados de 2007. Devem lançar discos Retrofoguetes, Ronei Jorge e Os Ladrões de Bicicleta, Nancyta, Vinil 69, Starla, Marcela Bellas, Pessoas Invisíveis, Formidável Família Musical, Declinium, além de novidades quentinhas, como EP do Coletivo Übber Glam.

Festivais
Mas não vai ser ano apenas de discos, termo que deve continuar existindo, apesar de tudo. Os festivais devem esquentar o ano no Brasil inteiro, sejam os do circuito independente, sejam os promovidos por grandes empresas. A tendência, inclusive, é que mais empresas apostem em festivais de música como ação de marketing. Os independentes devem reunir os principais nomes das cenas locais e trazer atrações gringas de menor porte, como o Rec Beat, que acontece durante o Carnaval em Recife e que já confirmou Pato Fu, Móveis Coloniais de Acajú, Devotos, Lucy and the Popsonics, Fino Coletivo, Panico (Chile) e as locais Julia Says e Amps e Lina. A lista de festivais está bem espalhada durante o ano, incluindo alguns já confirmados em Salvador, como já adiantamos aqui, Palco do Rock, Boom Bahia e, provavelmente mais dois. Em março, deve acontecer simultaneamente em várias cidades nordestinas o Nordeste Independente.

  1. Caramba! Dos gringos eu só me interesso pelo Black Crows.
    Scarlet Johansson cantando??? Uauauauaua!
    Já os brazucas prometem: Otto, Mundo Livre, Cidadão, Guizado, Thalma etc
    A música contemporânea do Brasil é bem melhor que a de fora.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Viabilizando artistas, viagens e festivais