Quem são esses gringos na Bahia?

Sharon Jones, Donavon Frankenreiter e Brandford Marsalis Quartet são os nomes gringos confirmados para shows na Bahia nas próximas semanas.

Já repetimos diversas vezes aqui como Salvador é carente de shows de artistas internacionais. Ao mesmo tempo temos notado e registrado como aos poucos mais artistas aparecem por aqui. Alguns produtores começam a apostar mais as fichas nesses tipo de atrações e oferecendo boas oportunidades para o público baiano. Se ainda não temos uma agenda constante e muito menos entramos no circuito de shows, alguns bons nomes sempre tem surgido, como no ano passado, com nomes não tão conhecido, mas também alguns mais famosos. O circuito de mega shows deve demorar muito mais.

Com a Arena Fonte Nova funcionando os próprios donos da empreitada devem querer movimentar o espaço com grandes shows e eventos. Enquanto isso recebemos shows de menor porte, mas nem por isso desinteressantes, pelo contrário. Como sempre repetimos, é parte do processo, lento, muito lento, mas existente. Sem contar ainda dois eventos confirmados que devem repetir 2010 e trazer bons nomes, o Perc Pan e o Coquetel Molotov, além de outros possíveis nomes que vêm sendo sondados, vejam abaixo alguns dos shows internacionais confirmados para esse ano:

Sharon Jones & The Dap Kings

Gringos na Bahia Sharon Jones
Sharon Jones & The Dap Kings

http://www.sharonjonesandthedapkings.com/
Soul / Funk

Um dos shows imperdíveis do ano lá no Brasil também vem a Salvador dentro do projeto Série TCA, do Teatro Castro Alves. Sharon Jones nem é tão popular por aqui, mas é uma pena pra quem não conhece. Cantora norte-americana, ela segue a tradicionalíssima escola de seu país, de cantoras com voz potente, que começaram a cantar em igrejas e que possui uma sonoridade embasada no soul/funk dos anos 60/ 70. As referências são as melhores possíveis: Aretha Franklin, Etta James e Tina Turner. Hoje com 55 anos, Jones começou cedo, mas só foi estabelecer uma carreira própria um pouco mais velha, com o primeiro disco lançado apenas aos 48 anos. Demorou, foi carcereira de prisão, segurança, cantou com vários artistas, mas a carreira própria não emplacava. Alegavam que ela era muito negra, muito gorda, muito nova, que não era bonita o suficiente. Demorou, mas aconteceu. Hoje, Sharon Jones já possui quatro álbuns lançados, dos quais angaria efusivos elogios da crítica pelo poder da voz e pelo clima retrô de seu som, que tem contribuição essencial do Dap-Kings. Essa é a banda que a acompanha e é outro lastro importante da carreira de Sharon Jones. Responsável por sensacionais timbres que remetem direto aos sons cunhados pelos selos Motown e Stax, a banda chamou atenção. Tanto que o produtor Mark Ronson foi catá-los em Nova York para imprimir a sonoridade do segundo e essencial álbum de Amy Winehouse, “Back to Black”, de 2006, que transformou definitivamente a carreira da cantora. Sabe aquela banda sensacional que você vê nos vídeos de Winehouse? É essa mesmo. Tem dúvidas que é um show é imperdível?
Local: Teatro Castro Alves
Data: 13 de Junho
Horário: 21h
Ingressos: de R$ 40 a R$ 120

Donavon Frankenreiter

gringos Bahia Donavon Frankenreiter
Donavon Frankenreiter

www.myspace.com/donavonfrankenreiter
Soft Rock / Surf Rock


O cantor norte-americano Donavon Frankenreiter segue uma linha musical que vem crescendo bastante, especialmente através de seu amigo Jack Johnson e, de certa forma, do ídolo dos dois, Ben Harper. Trata-se de uma nova surf music – sem nenhuma relação com aquela feita por Beach Boys ou Retrofoguetes – mais branda, leve e sem foco nas guitarras. Aqui o som é mais para baladas no violão, com influências de folk, blues, reggae e, claro, no clima praiano. Com sete discos lançados, incluindo um ao vivo, o cantor e compositor faz uma música simples, suave, descontraída, despretensiosa, com base acústica e orgânica. Não deixa de ser a surf music dos dias atuais, até porque a ligação com a prancha aqui vai mais do que o conceito, já que Donavon é surfista profissional desde os 15 anos. Em Salvador Donavon é a atração principal do Salvador Live Music, que terá ainda como atrações a banda australiana Beautiful Girls (www.myspace.com/thebeautifulgirls) e o cantor Pete Murray (www.myspace.com/petemurray).
Local: Área Verde do Othon
Data: 29 de Maio
Horário: 17h
Ingressos: de R$ 50 a R$ 160

Brandford Marsalis Quartet

www.branfordmarsalis.com
Jazz

Brandford Marsalis Quartet Gringos na bahia
Brandford Marsalis Quartet


A Série TCA é responsável também pela vinda do saxofonista Branford Marsalis, o mais velho dos irmãos Marsalis, tradicional família de músicos, que tem origem no pai Ellis Marsalis Jr. Branford, que nasceu em 1960, em New Orleans, segue o  jazz tradicional, homenageando nomes como John Coltrane em apresentações. A tradicional jam session, no entanto, se mistura em momentos com o Hip Hop, sempre como saxofone no comando, mas sem ofuscar os músicos que o acompanham. Em sua trajetória já misturou jazz com rock, R&B, tocou com o Grateful Dead, fez turnês com Miles Davis e, ao lado de Bruce Hornsby, ganhou um Grammy por uma música composta para as Olimpíadas de Barcelona. Com diversos discos gravados, em 2002 funda o Branford Marsalis Quartet, formado por ele no saxofone, além de Joey Calderazzo (piano), Eric Revis (baixo) e Justin Faukner (bateria). Também está confirmado para a Série TCA um show com Philip Glass & Tim Fain.
Local: Teatro Castro Alves
Data: 11 de Setembro
Horário: 20h
Ingressos: de R$ 40 a R$ 120

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Goteiras do rock baiano