O que vem por ai na música em 2011 – Discos Baianos

Sentiu falta dos baianos nos textos do que vem por ai em 2011? Pois a produção da Bahia prometida para o novo ano é tanta que cabe um texto exclusivo para isso. E a expectativa é um período de importantes lançamentos e a consolidação de uma série de novos artistas que formam a música baiana atual. Rock, rap, MPB, samba, afro-baiana, dub, reggae, instrumental, artistas dos mais diversos estilos vão lançar discos em 2011.

A cantora Márcia Castro solta disco em 2011 cheio de releituras

Um dos destaques entre os lançamentos na Bahia em 2011 são as cantoras. Os principais nomes da nova geração vão soltar discos novos no ano que começa. Márcia Castro lança seu segundo trabalho  De Pés no Chão, que terá direção e produção musical de Guilherme Kastrup e Rovilson Pascoal. O álbum traz 13 canções, entre composições inéditas de Luciano Salvador Bahia, Kleber Albuquerque e uma parceria da própria cantora com Thalma de Freitas. Traz ainda releituras de canções mais desconhecidas de Monsueto Menezes, Rita Lee, Tom Zé, Otto, entre outros, além de uma regravação “Preta Pretinha” (Moraes Moreira/Galvão), com participação do maestro Letieres Leite e músicos da Orquestra Rumpilezz. O disco tem ainda como convidados, Luiz Brasil, nos arranjos de cordas; Kiko Dinucci, tocando violão; Hélio Flanders, da banda Vanguart; além das vozes de de Andreia Dias, Thalma de Freitas, Alzira Espíndola, Marcela Bellas, Jurema Paes, Elaine Guimarães e Tiganá Santana fazendo coro. O álbum deve ser lançado entre abril e maio.

Ainda no primeiro semestre sai também o segundo disco de Manuela Rodrigues. O trabalho tem produção da própria cantora e de Tadeu Mascarenhas e traz versões e músicas inéditas de compositores baianos contemporâneos seus, além de duas músicas de Romulo Fróes, uma com seu parceiro Clima e outra com a própria cantora. Já Marcela Bellas, depois de lançar discos de projetos paralelos em 2009, está compondo material novo e deve lançar seu segundo disco no segundo semestre. Tem ainda Mariela Santiago lançando o segundo CD depois de dez anos do trabalho de estreia. O álbum, batizado de SonidoLunar, tem produção de Arto Lindsay e participação especial do músico Chico César. Quem também prepara discos novos para 2011 é Sandra Simões com Sou Bamba e Rock and Roll, Rebeca Matta, com um CD e DVD ao vivo; Ana Paula Albuquerque; Laura Dantas, com Mil Tonse; e a estreia de Fabiana Aleluia, a filha de Mateus Aleluia.

Novidades no Rock

Cascadura, nova formação, novo disco e novos rumos

No rock baiano, a grande expectativa é o novo disco da banda Cascadura. Batizado de Aleluia, é o quinto álbum do grupo e sucede o aclamado Bogary, de 2006. O trabalho já está em fase de gravação, com produção de andré t. e participações de várias figuras chaves da música baiana atual, como Ronei Jorge, Letieres Leite e Gabi Guedes, da Orkestra Rumpilezz, e Jajá Cardoso, vocalista da Vivendo do Ócio. A promessa é de um disco diferente, com a banda procurando novos caminhos, experimentando e, segundo o líder Fábio Cascadura, “com grande influência da cidade do Salvador”. Entre as músicas já definidas estão “Colombo”, “O Rei do Olhar”, “Aleluia”, “Soteropolitana” e “Nunca Imaginei”.

Morando em São Paulo há algum tempo, a banda Vivendo do Ócio veio pra Bahia preparar o novo disco, o segundo da carreira. O trabalho ainda está na fase de composição e pré-produção e deve ser lançado no segundo semestre de 2011. O grupo promete manter a pegada do primeiro trabalho, mas garantem algo diferente, com influências mais brasileiras e sons que remetem às origens do rock que faz, especialmente de bandas como The Jam e Gang of Four. Nas letras, seguem falando de garotas e bebedeiras, mas também sobre coisas mais interpessoais e aos acasos da vida.

Vendo 147 lança disco conceitual Godofredo

A banda Theatro de Séraphin também lança novo disco em 2011. O álbum, já está gravado e sai depois do Carnaval, em abril, com produção de Luís Fernando ‘Apu’ Tude. Já a banda instrumental Vendo 147 está em adiantado processo de gravação de disco de estréia. Produzido por André T, o trabalho segue uma proposta conceitual, batizado de Godofredo, numa citação a “God a Freedom”, deus da libertade, do livre arbítrio, e se estende para outras áreas além da música, incluindo ainda texto, arte e vídeo, todos interligados. Outra que solta o primeiro disco é a Maglore. Com produção de Jorge Solovera, o disco, batizado como Veroz, já está prontinho e deve sair nas próximas semanas com13 músicas, algumas já lançadas virtualmente.

2011 terá ainda lançamento do segundo CD da banda Pessoas Invisíveis, Foradoeixo; que já foi liberado na internet, mas sai nos primeiros meses do ano em CD. Sai também o terceiro da banda feirense Clube dos Patifes, que promete inserir elementos da cultura nordestina no blues, inclusive duas releituras de clássicos do forró. O trabalho terá participações especiais e a volta de um naipe de metais. O rock baiano ainda vai receber discos das bandas Charlie Chaplin; Você me Excita; Velotroz; Derrube o Muro; Jonas; Mapache Man; Tentrio; além da Declinium e Ultrasonica de Camaçari, que lançam EPs.

Já o novo trabalho da banda Radiola, agora acoplada com Nancy Viégas nos vocais, já está na fase final de gravações e deve ser lançado em maio. O disco, que se chamará ArRede traz participações especiais, como a do ex-Zambotronic, Ed Brás. Quem também solta disco em 2011 é o pessoal do DubStereo, que lança seu disco de estreia. Vince de Mira,  (Lampirônicos) lança novos trabalhos, um EP pelo coletivo Radiomundi, composto por Junix, Marcelo Sêco, Jorge Dubman, Mangaio e Mamá Soares e qu etem nos vocais, além de Vince, Russo Passapusso e Fael 1º. O outro é a estreia de Vince de Mira e O Batuque do Vigia, projeto que mescla ritmos, como samba, MPB, sons baianos e elementos contemporâneos e tem participação de Junix e Luiz Brasil, que também produzem o disco.

O grupo Opanijé prepara seu disco de estreia para 2011

Do rap saem novos discos dos grupos Opanijé, com suas mistura com ritmos afro, e do O Quadro, de Ilhéus. O primeiro já começou a burilar as composições e gravar aos poucos, sob a produção de André t. O disco terá vários convidados, desde integrantes e do grupo Elemento X até uma possível participação de Letieres Leite. O próprio Elemento X, fundamental grupo de rap baiano, também deve soltar material novo, anunciando o retorno às atividades.

O cantor Dão com a Caravana Black também começou a produzir o novo disco, que se chamará Trampo de Samba, mas tem foco no groove e no funk original. O trabalho terá foco nas composições do próprio Dão, mas traz releitura funkeada de uma canção do Helio Justo e Edson Ribeiro, “Ninguém vai Tirar Você de Mim”. Outro que lança disco em 2011 é Ênio e a Maloca, que já começou a soltar os primeiros singles do disco que conta com produção de andré t. É o segundo trabalho que foi batizado de Uma Parte do Todo. O duo Dois em Um vai soltar novo disco também em 2011, agora mudando um pouco a proposta. Se no primeiro praticamente tudo foi gravado em casa pela dupla, agora eles vão contar com diversos músicos convidados tocando no trabalho. Não está definido ainda, mas eles estão em conversas para participações de Kassin, Régis Damasceno (Cidadão Instigado), Marcelo Jeneci, entre outros. Ainda pra 2011, novos discos de Lazzo, Mou Brasil, Cássio Nobre, Peu Meurray, Lucas Santtana (que falamos no texto de discos nacionais), e dos grupos com foco em culturas regionais e tradicionais Sertanília e Gegê Nagô.

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
videoclipes feats
25 novos videoclipes brasileiros com feats e parcerias