Está cada vez mais sério este lance de video clipe. A produção continua forte, com novidades lançadas com alta frequência. Novos clipes de bandas e artistas de estilos diversos, numa aposta ainda muito forte na relação de música e visual. E isso vem se comprovando não apenas na produção, mas como o tem vem ganhando mais força em mostras e festivais pelo pais afora, como falamos antes. Agora um seminário em Salvador só pensando em clipes mostra que aqui também a na produção vem sendo levada a sério. O Seminário de Videoclipes Salvador: Música e Audiovisual, que acontece dia 20 de junho, na Sala Walter da Silveira, e que tem como objetivo “fortalecer o debate sobre o papel da criação, produção e distribuição de videoclipes no cenário da música baiana, assim como melhor entender a evolução do videoclipe enquanto ferramenta de marketing para músicos e bandas, sobretudo através de plataformas digitais”, como diz a divulgação do evento. Produtores, diretores, artistas, pessoal do audiovisual e da música, taí um evento legal para aprofundar a discussão sobre a importância dos videoclipes.

Com inscrições a R$20,00 para profissionais, músicos, técnicos e público em geral (R$10 para estudantes, o seminário terá uma mesa de discussão composta por Fabio Cascadura, da banda Cascadura; Rodrigo Maia, cinegrafista e montador da produtora Macaco Gordo; um representante da DIMAS ( Diretoria de Audiovisual do Estado da Bahia) e o jornalista, videomaker e diretor da SóhOtuh Produções, Eduardo Escariz, que produziu e editou diversos videoclipes para artistas como O Sonso, Los Porongas, Tambores do Mundo, entre outras.

Outra iniciativa bacana envolvendo o mundo dos clipes aqui na Bahia é o que vem sendo promovido no curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Através da disciplina Produção, ministrada pelo professor Claudio Manoel, os alunos produzem videoclipes de bandas locais, ao mesmo tempo que aprendem na prática a trabalhar com audiovisual, contribuem com novos produtos de artistas locais. E tem de tudo, de grupo coral até Pablo do arrocha. Confira a produção no site do projeto: videoclipenoreconcavo.wordpress.com.

Mas como todo mês fazemos, segue uma serie de novas produções “videoclípicas”  da Bahia, com banda punk, rap, mpb, samba, artistas novos, mais veteranos, clipes com produção tosca, altas produções… tem de tudo. Se divirta:

Fracassados do Underground – Durmo Acordado

Direção: Nívia Reis
Câmera: Felipe Franca e Nívia Reis
Edição: Nívia Reis

Dão e a Caravana Black – Além Mar

Gepetto – Tentação

Direção, Roteiro, Fotografia, Produção e Edição: Carlos Eduardo Faria

Lucas Santtana – O deus que Devasta mas Também Cura

Argumento e roteiro – Daniel Lisboa
Direção – Daniel Lisboa, Diego Lisboa e Matheus Vianna
Edição – DanieL Lisboa e Matheus Vianna
Fotografia – Daniel Lisboa e Diego Lisboa
Produção – Cavalo do Cão Filmes

Lucas Santtana – Para Onde Irá Essa Noite?

Direção: Emílio Domingos

Mr. Armeng – A Noite é Nossa

Direçao: Max Gaggino
Ediçao: Max Gaggino

Tabuleiro Musiquim – No Carnaval

Direção: Victor Jimmy
Assistente de Direção: David Campbell
Produção: Caroço Filmes

Mariene De Castro – Ponto De Nanã

Juliana Ribeiro – Isto é Bom

Direção e Produção: Marcio Santos

Callangazoo – Amarte

Camera: Matheus Pirajá e Wes Sacramento
Edição: Matheus Pirajá

Baixa do Saci – Pablo di Nada

Eduardo Cachaça – Emília

Zé Chico Bolo Doido – Guarda-Roupa

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Novos clipes brasileiros