Canto dos Malditos

Canto dos Malditos volta, inicia turnê e prepara disco com ajuda dos fãs

Depois de sete anos parada, a banda Canto dos Malditos na Terra do Nunca está de volta. O grupo anunciou o retorno com o lançamento da música “O Sol de Lá”, através de um videoclipe, e logo em seguida engatou uma turnê, iniciando em São Paulo no final de outubro e passando, até dezembro, por outras dez cidades. Um novo disco também já está nos planos e a banda busca recursos diretamente com os fãs através de uma campanha de crowdfunding, o conhecido sistema de financiamento coletivo.

Apesar de parada desde 2007, a banda chegou a voltar para alguns shows em 2013 sempre atendendo pedidos de seu séquito de fãs de várias partes do Brasil (tocaram em Aracaju, Recife, João Pessoa e interior da Bahia). Segundo a vocalista Andrea Martins, foram eles que fizeram a banda se reunir e tocar junto novamente. “O Canto é uma banda dos fãs, eles que fizeram a gente voltar. A gente teve uma exposição precoce, que nos ajudou muito, mas também nos prejudicou de certa forma. O nosso rompimento foi também muito precoce e não deu pra a gente rodar muito, então a gente meio que deve isso a gente e a essas pessoas. Então é muito bom voltar com outra maturidade para o palco e para o estúdio”.

Criado em 2003 em Salvador, o Canto dos Malditos é formado, além de Andrea, por Helinho Sampaio (guitarra), Danilo Castor (guitarra) e David Castor (baixo). Em pouco tempo de atividade chamou atenção de muita gente, colhendo elogios e recebendo em 2006 a indicação de “Banda Revelação” no Video Music Brasil (VMB), da MTV, pelo clipe de “Olha a Minha Cara”. A precocidade da banda fez com que tudo acontecesse tudo muito rápido, inclusive, como a própria Andre comenta, a parada do grupo. O resultado foi apenas um disco gravado, lançado em 2007 pela Warner Music e produzido por Carlos Eduardo Miranda em parceria com Tomaz Magno.
Canto dos Malditos

Novo disco
Agora finalmente, a banda tira o atraso e apresenta novidades. O disco novo deve, no entanto, reunir canções recentes, mas também antigas. “As composições vão transitar entre coisas novas e coisas que fiz para o que seria um segundo disco do Canto na época. Até porque na minha cabeça ficou um pouco confusa para entender o que seria o som do Canto atual. O que seriam essas composições”, explica Andrea, principal compositora da banda.

O plano é gravar o disco, que já está em pré-produção, para ser lançado no início do primeiro semestre de 2016 e fazer uma turnê divulgando o trabalho. Sem gravadora ou selo, a banda apostou no financiamento coletivo para viabilizar o álbum. Em parceria com a plataforma Kickante, os interessados podem contribuir diretamente com a produção e a gravação do novo álbum, ganhar recompensas e adquirir ingressos para alguns dos shows que a banda fará este ano. As contribuições vão de R$ 10 (com direito ao download do disco) até R$ 10 mil, que dá direito a um show da banda. Há ainda possibilidade de levar CD, camiseta, audição de ensaio, entre outros itens.

Veja também
Como contribuir como disco da Canto dos Malditos.
Financiamento coletivo é caminho para música independente.

Para os fãs do trabalho solo de Andrea, ela garante que o projeto Solaris continua da mesma forma. “A ideia é continuar com todos os outros projetos ativos, naturalmente vez ou outra vou precisar fazer um malabarismo com a agenda de show, mas a gente se ajeita”. Ela informa ainda que pode inclusive aproveitar algumas cidades da turnê do Canto para levar também o show “Solaris”, da carreira solo.

Turnê da Canto dos Malditos:

31/10 – São Paulo
02/11 – São José dos Campos
13/11 – Aracaju
27/11 – Brasilia
29/11 – Rio de Janeiro
04/12 – Natal
05/12 – João Pessoa
06/12 – Recife – fechado
11/12 – Camaçari (c/ Supercombo)
12/12 – Salvador(c/ Supercombo)
13/12 – Feira de Santana

Vídeoclipe de O Sol de Lá:

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Goteiras: Daft Punk, Luvebox e Radiola