Sony lança selo digital apostando na nova música brasileira

Sony aposta na nova geração da música brasileira com coletânea que reúne nomes como The Baggios, ICONILI, Nômade Orquestra, IFÁ e OQuadro.

Parece que finalmente entramos em um novo momento de reconhecimento da nova geração da música brasileira. Se festivais, casas de shows, eventos, pequenos selos e várias iniciativas já atuam e sustentam esse cenário de forma independente, as grandes gravadoras, aparentemente, acordaram e começaram a investir nesse universo de artistas. A novidade anunciada agora é o selo digital “Novíssima Música Brasileira”, lançado esta semana pela Sony Music e que se inicia com uma coletânea com diversos artistas de várias partes do Brasil, inclusive dois baianos. O selo já antecipa também que para breve serão lançados EPs e singles.

O novo selo não significa uma mudança brutal no mercado, mas um reconhecimento salutar. Se os artistas já não colocam como objetivo final um contrato com gravadoras, elas ainda podem abrir portas em diversos níveis, especialmente aqueles ainda presos à lógica de funcionamento antigo da indústria fonográfica, e servir para auxiliar a manutenção de carreiras. A aposta nessa nova geração da música brasileira, porém, não é uma exclusividade da Sony, a Som Livre, por exemplo, já vem investindo nesses artistas desde 2007 através de seu selo Slap. Nele estão nomes como Céu, Nação Zumbi, Silva, Scalene, Marcelo Jeneci, Mombojó, Móveis Coloniais, Dani Black e Tiago Iorc, entre outros.

A novidade da Sony vem carimbada com a curadoria do jornalista Marcelo Monteiro (do blog Amplificador) e aposta em artistas de diversas partes do país. Na coletânea, por exemplo, estão presentes músicas, algumas inéditas e gravadas exclusivamente para a compilação, de artistas da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio de Janeiro, e Espírito Santo. Entre os nomes estão The Baggios e Coutto Orchestra (SE); Graveola e o Lixo Polifônico, ICONILI e Sara não tem nome (MG); Nômade Orquestra (SP); Abayomy Afrobeat Orquestra, Mohandas, Letuce, Zé Vito, SereS e Ive Seixas (RJ), a banda Fukai (RN), Tagore (PE), Fabricio e The Muddy Brothers (ES). Da Bahia estão dois dos nomes de maior visibilidade do atual cenário local, a banda IFÁ Afrobeat, com a música ‘Axé’ e a banda ilheense OQuadro com ‘Filme’.

Ouça abaixo a coletânea:

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Lado Ba
Lado BA ocupa espaços do Pelourinho com shows, debates e negócios