Música baiana cai na estrada e ganha festival em São Paulo

Pouco se debate se existe uma nova música baiana, muito menos se fala dela na imprensa com a devida atenção, seja aqui ou em qualquer lugar. Enquanto isso, diversos artistas e bandas caem na estrada e mostram seus trabalhos Brasil e mundo afora. Para ajudar a consolidar essa música, produtores baianos resolveram apresentá-la ao maior mercado do país em um festival. O Bahia de Som Salvador acontece em São Paulo, nos próximos dias 21 e 22 de Setembro, no Auditório Ibirapuera, e é uma boa oportunidade para se conhecer (melhor) alguns dos artistas mais relevantes surgidos nos últimos anos por aqui.

O formato do festival será com quatro artistas recebendo diversos convidados. A cantora Manuela Rodrigues, por exemplo, leva sua música brasileiríssima e recebe como convidadas as parceiras de outros projetos, Claudia Cunha e Sandra Simões. Já a badalada Orkestra Rumilezz volta a São Paulo numa apresentação que promete ser ainda mais marcante com a participação do cantor Lazzo Matumbi, que está preparando disco novo. O cantor Peu Meurray deve recebe Magary e Mariella Santiago, enquanto que a Baiana System já confirmou as participações de dois baianos residentes no Sudeste, Lucas Santana e Márcia Castro. Veja a programação:

Dia 21/09
Manuela Rodrigues – Participação Claudia Cunha e Sandra Simões
Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz – Participação Lazzo Matumbi

Dia 22/09
Peu Meurray – Magary e Mariella Santiago
BaianaSystem – Participação Lucas Santana e Márcia Castro

 

Mas o festival é um algo mais do que já vem acontecendo com bandas e artistas baianos, que continuam mostrando que há muito mais do que clichê na terra de Raul, João Gilberto e Tom Zé.  A Orkestra Rumpilezz, por exemplo, deu início a uma turnê de 22 apresentações, batizada de Feira de 7 Portas, que já passou por cidades como Rio de Janeiro, Salvador e Camaçari e que ainda chegará em Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasilia, Natal, Recife e Fortaleza. O show em Porto Alegre  já está agendado para o dia 6 de setembro.

Talvez a banda baiana que mais circule seja a Vendo 147. O grupo, que recentemente mudou de formação, vai ganhar estrada de novo. O destino agora é o Rio Grande do Norte, com shows em Mossoró e Natal e, em seguida,  no Festival da Funarte + Contemporanea em Belo Horizonte.

Quem também vai participar deste festival é a Maglore que, residindo em São Paulo, engatou shows. Em agosto vão para Itu, talvez Campinas, São Paulo, Belo Horizonte, Mariana (MG); em setembro, Fortaleza, Cariri e Souza – talvez, também,  Goiânia e Anápolis. No final do ano a banda deve tocar em  Natal e Rio de Janeiro e voltar para shows na Bahia, incluindo Salvador e Vitória da Conquista.

Outra banda que recomeça a fazer shows fora do estado apresentando seu novo disco, ‘Aleluia’, é a Cascadura. Vitória da Conquista (dia  2 de agosto), São Paulo (dia 9) e Camaçari (dia 6 de setembro). Outros shows estão sendo agendados.

Quem acaba de voltar de uma turnê internacional é a BaianaSystem. O grupo esteve pela segunda vez no exterior e, se na primeira tocaram na China,  desta vez foi ainda mais inusitado, com participação em um festival numa cidade do interior da Rússia, em plena da Sibéria. Era o Festival Voice of Nomads. Tocaram ainda em outro festival no noroeste da França, o Festival Au Foin de la Paris Rue, além de um show num parque de Paris. A banda, no entanto, não para e, além de tocar no festival em São Paulo, também tem dois shows marcados no Rio de Janeiro, dias 10 e 11 de agosto, no Teatro Oi Futuro, Ipanema.

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Caixas Veteranos Jards Macalé Belchior Jackson do Pandeiro
Caixas resgatam obras raras e fora de catálogo de veteranos da MPB