Festivais online Bahia Rumpilezz

Festivais baianos movimentam web em julho com diversidade

Parece que finalmente vislumbramos uma luz no fim do túnel e começamos a enxergar a possibilidade de shows em um futuro mais ou menos breve. Na Europa e nos Estados Unidos vários festivais e turnês e já se tornaram reais e tem sido divulgados. No Brasil, isso ainda não é tão concreto e a gente ainda se encontra num momento em que as apresentações virtuais são a tônica e os festivais continuam acontecendo de forma online. Alguns deles estão promovendo, provavelmente, suas últimas edições totalmente virtuais. Muitos deles estão previstos para este mês de julho, alguns daqui da Bahia, como os festivais Rumpilezz, Quixabeira, Afro Pop e Internacional da Sanfona.

Veja também:

Conheça mais da atual música baiana em 50 novos videoclipes.
Veja como foi primeira live do BaianaSystem dentro de game.

Festival Rumpilezz – Música e Pensamento 2021

Com a premissa de que “toda música brasileira é afro-brasileira”, cunhada por seu mentor, Letieres Leite, o Festival Rumpilezz terá sua primeira edição de 06 a 11 de julho, com uma programação totalmente calcada no legado dos ritmos de matriz africana. As atividades serão totalmente online e gratuitas e incluem shows, laboratórios, oficina, concerto instalação, playlist e webdocumentários. Entre as participações estão nomes como Larissa Luz, Baco Exu do Blues, Lazzo, Márcia Short, Junix, Rumpilezzinho, a própria Orkestra Rumpilezz e artistas internacionais.

Leia entrevista de Letieres Leite: “Toda música brasileira é AfroBrasileira”.

A programação inclui o Laboratório Experimental com Larissa Luz e Baco Exu do Blues tendo suas canções recriadas por jovens formados pelo Programa Rumpilezzinho baseado no Método UPB. Videoclipes com as canções “Cante pra Chamar”, de Larissa, e “Oração à Vitória”, com Baco, serão apresentados ao público, respectivamente, nos dias 08 e 09 de julho, às 20h. Já Lazzo Matumbi e Márcia Short são os convidados de Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz em um show gravado e com transmissão no YouTube da Rumpilezz dia 11, às 21h. No mesmo dia, às 20h, haverá uma apresentação do Letieres Leite Quinteto com participação do guitarrista e compositor Mou Brasil.

O Festival terá também um Concerto Instalação ao vivo, no dia 10, às 19h, com Letieres Leite recebendo artistas baianos e internacionais. Entre os convidados já confirmados estão o artista sonoro e guitarrista baiano Junix, o produtor e DJ húngaro Àbáse e o rapper e multi-instrumentista alemão Kechou. “É um encontro de músicos de diversas tendências, gêneros, estilos e culturas, mas com um ponto em comum: trabalham com a música contemporânea desconstruída; a música espontânea e instantânea. Cada um vai propor uma textura, uma direção e não estaremos preocupados com problemas de delay e defasagem que acontece nas trocas musicais na internet. Ao contrário, vamos usar isso como motivo de observação e de estímulo para a criação coletiva”, explica o maestro e educador.

A programação terá ainda duas Oficinas UPB Petrobras, sobre a aplicação do Método UPB, ministradas por Letieres Leite nos dias 06 e 07, das 19h15 às 20h45, aberta a todos os públicos. Além da websérie OMOYA, dirigida por Urânia Munzanzu, com quatro episódios, abordando temas como o racismo na Axé Music, machismo e misoginia na música, além do próprio Método UPB de ensino e aprendizagem musical.

Com transmissão pelo YouTube, o festival tem como objetivo difundir o Método de ensino musical UPB (Universo Percussivo Baiano), criado pelo maestro Letieres, e destacar o legado dos ritmos de matriz africana na constituição da música brasileira. Mais informações pelo instagram do Instituto Rumpilezz. O Festival Rumpilezz – Música e Pensamento conta com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Cultural, a partir da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

Programação:

Dia 06 de julho, das 19h15 às 20h45
– Oficina UPB Petrobras I – Como identificar fundamentos rítmicos para execução musical?:

Dia 07 de julho, das 19h15 às 20h45
– Oficina UPB Petrobras II – Como pensar arranjo e composição a partir dos fundamentos rítmicos? Ministrante: Letieres Leite

Dia 10 de julho, às 19h
– Concerto Instalação: Letieres Leite, Junix, Àbáse (HUN) e Kechou (ALE), com produção de Edbrass.

Dia 11 de julho, às 20h
Show Letieres Leite Quinteto convida Mou Brasil

Dia 11 de julho, às 21h
Show Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz convida Lazzo Matumbi e Márcia Short

Websérie:

Dia 06 de julho
Episódio 01: “O racismo X Axé Music – Eunice” (O machismo e a misoginia na música)

Dia 07 de julho
Episódio 02: “Nosso Passos vêm de Longe – Mônica Millet”

Dia 08 de julho
Episódio 03: “Método UPB de ensino e o Legado – Porcina”

Dia 09 de julho
Episódio 04: “Perspectivas e caminhos de futuro – Zenzile” (Orquestra Rumpilezzinho)

Africania - foto Jaime Sampaio

Festival Quixabeira

Primeiro festival de musica independente de Irecê, o Quixabeira realiza sua edição de estreia de forma virtual nos dias 9 e 10 de julho. A programação mescla rock, baião, pop, pagodão baiano, forró, hip hop, com artistas de vários cantos da Bahia: Africania (Feira de Santana), Amanda Rosa (Seabra), Fulô de Berdoega (Irecê), Nêssa (Salvador), Sanitário Sexy (Juazeiro), Yan Paiva (Ibititá), além dos DJs Werson e Belle.

As apresentações, que foram registradas na Fazenda Mandala, próxima a Irecê, e na Casa Preta Espaço de Cultura, um casarão em Salvador, vão ser disponibilizadas no Canal do YouTube da Opará produtora, sempre a partir das 20h. A proposta do festival é abrigar e estimular a música e os diversos artistas do território de Irecê, especialmente independentes, além de difundir a música baiana do interior e da capital. Além das apresentações, serão realizadas atividades de formação, tudo em ambiente online.

O Festival Quixabeira é uma realização da Opará Produtora Cultural e tem o apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Programação:

Dia 9 de Julho (sexta) – 20h
Amanda Rosa (Seabra)
Fulô de Berdoega (Irecê)
Yan Paiva (Ibititá)
DJ Werson (RN)

Dia 10 de Julho (sábado) – 20h
Nêssa (Salvador)
Africania (Feira de Santana)
Sanitário Sexy (Juazeiro)
DJ Belle (Salvador)

Festival AfroPop

Outro evento com foco na musicalidade de raízes africanas é o Festival AfroPop. Extensão do Movimento Afropop, comandado por Margareth Menezes, o festival acontecerá nos dias 10 e 11 de julho, tendo a artista como anfitriã. Além da cantora, contará com shows de Olodum, Panteras Negras feat Tulani Masai, Dão e Cronista do Morro, nomes representativos da nova geração da música afro-urbana da Bahia de diversas gerações. O festival será transmitido online, ao vivo e gratuito pelo YouTube da artista, com retransmissão simultânea pela TVE Bahia, a partir das 19h.

A proposta do evento é reverberar a potência da cultura afro-urbana brasileira e suas conexões modernas e dar voz à efervescência do cenário contemporâneo da arte negra no país, exaltando a multiplicidade da música, destacando a diversidade rítmica brasileira e unindo artistas de diferentes gerações em um só palco. Além dos shows musicais, o festival contará com participações em registros audiovisuais de depoimentos de grandes artistas brasileiros fundamentais na formação das referências afro-urbanas atuais.

Realizado pela Giro Planejamento Cultural em parceria com a Pedra do Mar Produções, o Festival AfroPop tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. O festival conta com apoio da TVE Bahia.

Programação:

Dia 10 de Julho (sábado) – 19h
Margareth Menezes feat Marcia Short
Panteras Negras feat Tulani Masai
Dão

Dia 11 de Julho (domingo) – 19h
Margareth Menezes
Cronista do Morro
Olodum

VII Festival Internacional da Sanfona

Programado para acontecer entre os dias 17 e 31 de julho, o VII Festival Internacional da Sanfona terá sua edição deste ano totalmente online. Realizado normalmente em Juazeiro, município no norte baiano, o festival reverencia a sanfona, mostrando sua beleza e importância através de artistas de várias partes do país e convidados internacionais. Serão 15 dias de evento, com realização de oficinas ministradas por artistas, Jam Session, um grande encontro virtual de sanfoneiros, além dos shows com artistas.

Entre as apresentações, que serão todas no formato de lives no canal do YouTube do festival, estão confirmados nomes como Ivan Greg, Adelson Viana, Targino Gondim, Quinteto Sanfônico do Brasil, Silas França, Daniel Itabaiana, Gennaro, Raniel Pernalonga, Gilberto Monteiro e os artistas internacionais, Raulito Barboza (Argentina) e Richard Galianno (França). O VII Festival Internacional da Sanfona tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Veja programação abaixo e mais informações no instagram do festival.

Festivais online bahia Festival Internacional da Sanfona

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Afropunk
Afropunk reúne cultura negra em edição online planetária