10 novos álbuns para descobrir essa semana

Toda semana uma enxurrada de álbuns e singles são lançados em todo planeta. O esforço de acompanhar todas essas novidades pode servir de estímulo para os mais curiosos ou causar o efeito contrário para quem não tem tempo ou o espírito necessário. Aqui no el Cabong tentamos ajudar nessa tarefa e destacamos 10 lançamentos dessa semana para você ouvir e aproveitar. Entre as novidades, temos os novos álbuns de importantes nomes de nossa música, como Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, Alaíde Costa e Iara Rennó. Temos também nomes do universo indie, como a banda inglesa Porridge Radio, a artista a goiana Brvnks, a sueca Lykke Li e o Mezatrio, direto de Manaus. Tem ainda o pop de Harry Styles, o afro jazz do senegalês Alune Wade o som meditativo de Shabaka. 

Iara Rennó – ‘OríkÌ’

Há 13 anos, a cantora, compositora e poeta paulista Iara Rennó vem pesquisando e criando inspirada em sonoridades da cultura afro-brasileira. O resultado é uma exaltação à cultura dos orixás, com 13 músicas compostas a partir de transcriações de orikis milenares da tradição nagô e dedicadas aos orixás mais populares no Brasil. O álbum conta com letras de Antonio Risério, participações de Tulipa Ruiz, Anelis Assumpção, Lucas Santtana, Curumin, Criolo, Carlinhos Brown e Thalma de Freitas, além de um respeitável time de músicos. A sonoridade é um encontro dos ritmos percussivos tradicionais com jazz e pop.

Porridge Radio – ‘Waterslide, Diving Board, Ladder to The Sky’

Formada em 2014, a banda inglesa Porridge Radio é um dos nomes mais interessantes da cena indie atual e em seu terceiro álbum segue no eficiente caminho de promover o encontro de arte-rock, indie-pop e pós-punk. Tendo à frente a vocalista Dana Margolin, o grupo amplia a sonoridade neste novo trabalho, talvez em busca de atrair um público maior, mas sem deixar de lado o clima e o lirismo marcantes.

Alaíde Costa – ‘O Que Meus Calos Dizem Sobre Mim’

No alto de seus 86 anos, a veterana cantora e compositora carioca lança uma espécie de álbum biográfico. Com sua voz singular, apresenta canções inéditas no clima do samba-canção, quase todas escritas especialmente para o projeto. Para isto conta com compositores de diversas gerações, como Céu, Fátima Guedes, Guilherme Arantes, João Bosco, Erasmo Carlos e Tim Bernardes. Emicida, que produz o álbum ao lado de Marcus Preto, também colabora com parcerias ao lado de Ivan Lins e Joyce. A obra tem ainda uma parceria de Nando Reis com a própria Alaíde. A direção artística é de Pupillo.

Brvnks – ‘Meet the Terrible’

Em seu novo álbum, a artista goiana inicia mudanças em sua música. Pela primeira vez insere composições em português em letras que deixam os problemas adolescentes de lado para enfrentar os dilemas da vida adulta. Amores mal resolvidos, conflitos e a amarguras da vida embalados por uma sonoridade mais pop e acessível, sem abandonar o indie rock que marca seu trabalho.

Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz – ‘Moacir de Todos os Santos’

Ainda não temos a exata medida de quanto Letieres Leite vai fazer falta na música brasileira, mas pouco mais de seis meses após sua morte podemos ouvir mais uma de suas incríveis contribuições com um novo trabalho à frente da Orkestra Rumpilezz. Dessa vez, o maestro e seus comandados trafegam pela obra de outro gênio de nossa música, Moacir Santos, recriando o antológico álbum ‘Coisas’ com novos arranjos para sete de suas peças.

Alune Wade – ‘Sultan’

Em seu quinto álbum, o baixista senegalês Alune Wade revisita sua jornada como músico viajante, incorporando elementos contemporâneos ao afro-jazz. Músicos parceiros de Cuba, Marrocos, Tunísia, Mauritânia e Estados Unidos contribuem diretamente com a obra, mas diversos outros países serviram como referência, com sonoridades vindas da Europa, África e Brasil.

Lykke Li – ‘EYEYE’

A cantora e compositora sueca Lykke Li desvenda seu amor pelo cinema europeu neste novo álbum. Ela mesmo definiu o álbum audiovisual ‘EYEYE’ como uma “paisagem hiper sensorial” e “seu trabalho mais íntimo até hoje”. Gravado em seu quarto em Los Angeles, ela apresenta um trabalho de art-pop minimalista e bastante lento e triste, tanto na atmosfera quanto nas letras.

Mezatrio – ‘Centrípeto’

Formado há quase 20 anos em Manaus, agora como quinteto, o Mezatrio apresenta seu terceiro álbum, demonstrando maturidade ao criar uma sonoridade sólida que trafega entre o indie rock e o brit pop, com ecos de MPB. São 14 canções inspiradas calcadas em belas melodias e arranjos bem estruturados que valorizam as guitarras, enquanto o vocal despeja letras carregadas de sentimentalismo.

Harry Styles – ‘Harry’s House

Tudo que vão falar deste álbum por um bom tempo é das excelentes marcas alcançadas nas plataformas de streaming em todo mundo. A despeito dos recordes, o álbum marca a maior mudança sonora na música do jovem artista britânico de 28 anos, que promove uma mistura de gêneros musicais. No aguardado álbum, Harry Styles mescla folk, balada e pop e influências dos anos 1970 e 80, cantando suas intimidades como nunca.

Shabaka – ‘Afrikan Culture’

O saxofonista, filósofo, líder de bandas e músico Shabaka Hutchings apresenta em seu primeiro álbum solo uma sonoriade bem diferente dos trabalhos anteriores. À frente de projetos como Sons of Kemet, The Comet Is Coming e the Ancestors, em ‘Afrikan Culture’ ele cria uma espécie de meditação negra, como sugere o título da primeira faixa. Para alcançar o resultado relaxante e meditativo, Shabaka utiliza sons etéreos e diversos instrumentos, quase todos tocados por eles, como como a flauta japonesa shakuhachi (que ele cria uma nova técnica) e outros tradicionais em países africanos, como o mbira (do Zimbábue) e o kora (da África Ocidental).

Bônus – Singles

Todo mês juntamos os singles e lançamentos numa playlist atualizada a cada semana. A playlist de maio já tem vários lançamentos imperdíveis. Na atualização da última semana incluímos músicas do Interpol, Angel Olsen, Marisa Monte, Maglore, She & Him (versão do Beach Boys), Metric, Johnny Hooker, Thee Oh Sees, Built To Spill , Foals, Rina Sawayama, Diana Ross + Tame Impala, Soccer Mommy, Santigold, Sudan Archives e muito mais. Siga ou salve a playlist e acompanhe os lançamentos do mês.


Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Discos: Belasco – ‘Alexei’