Domingo no TCA com Margareth Menezes

Domingo no TCA com Margareth Menezes

por
73 73 people viewed this event.

Foi no Teatro Castro Alves (TCA) que ela celebrou seus 30 anos de carreira com uma exposição comemorativa em 2018. Foi também nos palcos do Complexo que muitos dos marcantes momentos desta história aconteceram, sendo tida como a artista que mais vezes se apresentou na Concha Acústica do TCA. Agora, Margareth Menezes, ícone da música da Bahia, chega ao projeto Domingo no TCA para apresentar o show “Eletroacústico”, em que traz uma seleção eclética de canções que marcam sua trajetória e que compõem o seu universo musical, também incluindo faixas do álbum “Autêntica”, seu trabalho mais recente, indicado ao Grammy Latino 2020. O espetáculo acontece no dia 21 de agosto, às 11h, na Sala Principal do TCA, com ingressos a R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia).

 

Somando-se à potente voz da cantora e compositora, estão violão, teclado, guitarra, baixo e percuteria, uma mistura de bateria e percussão: um formato mais compacto de apresentação. “A arte, a cultura e a música foram fundamentais nesse processo de distanciamento social que passamos e poder estar mais próxima do público está sendo muito importante para mim. Os projetos mais compactos, intimistas e de voz e violão sempre fizeram parte da minha performance artística, por isso estava muito saudosa de fazer um projeto assim”, ressalta Margareth.

 

Em constante amadurecimento artístico, Margareth Menezes afirma e dá voz ao afro-urbano brasileiro e é considerada a principal representante do afropop brasileiro, conceito que conduz sua carreira. Em mais de três décadas de trabalho, já são 17 obras lançadas, entre LPs, CDs e DVDs, e 23 turnês internacionais por todos os continentes do mundo. Uma das artistas brasileiras mais ouvidas internacionalmente, ela reverbera em seu trabalho a ancestralidade afro ao mesmo tempo em que se conecta a um vasto universo e moderno de possibilidades rítmicas.

 

Seu último lançamento, o single “Terra Afefé”, uma parceria com Carlinhos Brown, chegou às plataformas digitais no início deste ano. A música é uma ode à feminilidade ancestral, uma exaltação ao lugar da mulher na formação da humanidade e um chamado a Iansã, orixá dos ventos e tempestades. O álbum mais recente, “Autêntica”, lançado em 2019, é uma celebração às mulheres e às questões sobre negritude, além de exaltar a faceta compositora de Margareth. São 13 canções, entre autorais e de compositores parceiros. Produzido por Tito Oliveira e gravado em quatro cidades do mundo – Salvador, São Paulo, Nova Iorque e Paris –, o disco foi indicado ao Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa.

 

DOMINGO NO TCA – O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Desde 2007, com mais de 150 edições e cerca de 200 mil espectadores, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.

 

DOMINGO NO TCA

Margareth Menezes – Eletroacústico

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: 21 de agosto de 2022 (domingo), 11h

Quanto: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

Vendas somente no dia, a partir de 9h, com pagamento apenas em dinheiro e acesso imediato do público

Classificação indicativa: Livre

Para se registrar para este evento, acesse a seguinte URL:

 

Date And Time

21/08/2022 - 11:00

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
São João no Pelô – Trio Anarrié, Bailinho de Quinta, Pedro Sampaio e outros