As novidades da última semana que você deveria ouvir

Do Senegal à Manaus, do Piauí ao Japão, da Paraíba à Austrália, passando, é claro, por Bahia, São Paulo, Estados Unidos e Inglaterra. Os lançamentos da semana chegam com álbuns, EPs e singles de varias partes do Brasil e do mundo.

Veja também:

– 30 novos clipes para você conhecer mais da música feita na Bahia.
– Os melhores discos baianos de 2020 escolhidos pela crítica.
– Os álbuns e EPs previstos para 2021 no Brasil, na Bahia e no mundo.

Entre os destaques, nomes conhecidos como Nick Cave, Neil Young, King Gizzard & The Lizard Wizard, Cloud Nothings, Stereolab, Maxïmo Park, Chloe X Halle, Mouse On Mars e Toro y Moi com discos novos. Entre os brasileiros, álbuns de Dom La Nena, Chico Chico & João Mantuano, Artur Ribeiro, Adriano Azambuja e Jorge Degas e EPs de nomes como DJ Elohim, Victor Xamã e Roberta Zerbini.

Entre os discos, merecem menção ainda o Wau Wau Collectif do Senegal, os espanhóis do Califato ¾, o Urban Village da África do Sul, os franceses do Voie 81, a dupla Smerz da Noruega, o alemão Roosevelt, além dos norte americanos Glitterer, Julien Baker, Menahan Street Band e Madison Beer.

A lista de novos singles traz nomes de peso, como Green Day, The Offspring e Dinosaur Jr, mas destaque também para o encontro de Gilberto Gil com os Gilsons, Jadsa com Ana Frango Elétrico e Kiko Dinucci e Gaby Amarantos com Jaloo. Outro destaque são as regravações de Di Melo por Josyara e Arthur Nogueira. Além dos singles novos de Roberto Mendes, Noname, Samba Touré, Wolf Alice, Sonora Amaralina e muito mais. Aproveite e lembre os lançamentos da semana passada.

______________________

Singles

______________________

Álbuns

Nick Cave & Warren Ellis
Parceiros de longa data, os músicos australianos se juntam para o primeiro álbum como dueto gravado durante a pandemia.

Dom La Nena – Tempo
Com sua voz doce e aveludada, a violoncelista, compositora e cantora franco-brasileira apresenta novo álbum com canções trafegando entre a MPB, o pop e a música de câmara cantadas em várias línguas.

King Gizzard & The Lizard Wizard – L​.​W.
A prolífica banda australiana lança seu 17º álbum de estúdio com uma continuação direta do álbum anterior de 2020. Mais uma vez, um mergulho na música microtonal com altas doses de psicodelia e garage rock.

Chico Chico & João Mantuano
Os dois amigos cantores e violonistas apresentam o resultado de três anos de trabalho e a proposta de trazer renovação para a clássica MPB.

Wau Wau Collectif – Yaral Sa Doom
Um coletivo de um pequeno povoado no Senegal apresenta a tradição da África Ocidental, com canções de louvor Sufi, jazz espiritual, dub carregados de percussões hipnóticas e sons cósmicos.

Cloud Nothings – The Shadow I Remember
O indie punk urgente dos norte-americanos aparece vibrante e renovado em seu nono disco de estúdio, com canções curtas, vocais precisos e guitarras agressivas e barulhentas. Tudo sob às mãos do grande Steve Albini.

Califato ¾ – La Contraçeña
Direto da Andaluzia, esta banda mistura elementos da música tradicional local, com eletrônica, funk, hip hop e dub sem nenhum pudor e soando autêntico a cada faixa.

Urban Village – Udondolo
A tradição da música da África do Sul com a sonoridade dos tempos atuais, com guitarras Zulu, indie-folk, maskandi, coros sul-africanos e jazz sintetizados em 12 faixas.

Lost Horizons – In Quiet Moments
A dupla Simon Raymonde e Richie Thomas (ex-Cocteau Twins e Dif Juz) criou 16 faixas instrumentais e decidiram falar de morte e renascimento. Para cantá-las convidaram diversos artistas de peso.

Clara Peya – Perifèria
A pianista e compositora catalã apresenta seu 11º álbum de estúdio falando sobre as periferias, os limites e os não lugares num ambiente pop alternativo adulto.

Artur Ribeiro – Memento Mori
Importante figura do rock baiano, o veterano cantor e compositor lança seu novo trabalho trazendo sua voz rouca em belas canções indie rock.

Adriano Azambuja – Transmutação
O veterano músico da cena potiguar lança seu novo álbum instrumental passeando pelo universo do rock.

Julien Baker – Little Oblivions
Terceiro álbum da cantora e compositora de Memphis, no Tenessee, que toca quase todos os instrumentos e mostra seu indie rock suave, com arranjos de piano e guitarra.

Voie 81 – Ralentir
O pop eletrônico francês continua nos agraciando com ótimo projetos. Desta vez é este duo parisiense que promove um delicioso passeio entre synthpop, electro rock e sonoridades dos anos 80.

Madison Beer – Life Support
Disco de de estreia da cantora nova-iorquina de 21 anos, que apresenta um pop em flerte com o alternativo, art-pop, rock psicodélico e r&b.

Brijean – Feelings
A estreia do projeto do duo traz uma sonoridade disco pop house jazzy guiada por teclados, linhas de baixo e um bongô.

Glitterer – Life Is Not A Lesson
Ex-integrante da banda Title Fight, o nova-iorquino lança seu segundo álbum solo, no qual compila 12 canções curtas no universo do indie rock.

Roosevelt – Polydans
Tocando quase todos os instrumentos do disco, o produtor alemão Roosevelt passeia por disco, synth-pop e sonoridades dos anos 80.

Toro y Moi – Underneath the Pine (Instrumentals)
Dez anos depois, o artista norte-americano relança um de seus mais aclamados álbuns, mas em versão totalmente instrumental. As texturas, sintetizadores e guitarras dão o tom num mistura de psicodélica, funk e R&B.

Neil Young & The Crazy Horse – Way Down In the Rust Bucket
Registro ao vivo com mais de duas horas de show antológico do músico canadense realizado em 1990 na Califórnia, no qual apresentou pela primeira vez canções do álbum ‘Ragged Glory’,

Danny L Harle – Harlecore
Primeiro álbum de estúdio da carreira do artista inglês que com parceiros faz uma colagem de tendências da eletrônica que vai do hyperpop ao drum and bass.

Smerz – Believer
Pop estranho e criativo norueguês promovido pelo duo de parceiras Catharina Stoltenberg e Henriette Motzfeldt, que mistura rap, eletrônica, sons etéreos e tons experimentais no mesmo caldo.

Menahan Street Band – The Exciting Sounds of Menahan Street Band
Direto do Brooklin, este supergrupo reúne compositores, arranjadores e produtores para injetar um soul instrumental de primeira, que trafega também por ambientes experimentais.

Dax Pierson – Nerve Bumps (A Queer Divine Dissatisfaction)
A estreia solo do veterano produtor californiano combina hip hop, jazz, trap, programações estranhas e experimentos com sintetizadores futuristas

Mouse On Mars – AAI
A dupla alemã volta a suas experiências eletrônicas inventivas com produção caprichada e detalhista.

Maxïmo Park – Nature Always Wins
Uma das bandas surgidas na última explosão do rock pelo mundo no início dos anos 2000, os ingleses voltam a lançar um álbum depois de 4 anos com sua costumeira sonoridade que fica entre o indie rock eletrônico e o neo pós-punk.

Tui – Castto IV
Um passeio pelas discotecas dos anos 1970 e 198O. Essa é a proposta do produtor paranaense Arthur Sugamosto em seu primeiro álbum de estúdio recheado de funk e disco music .

A Winged Victory for the Sullen – Invisible Cities
Na trilha sonora da peça de teatro multimídia ‘Cidades Invisíveis’, adaptada do romance de 1972 de Ítalo Calvino, a dupla belga apresenta uma música ambient que vaga livre pelos locais descritos na obra.

Jorge Degas – Através do Tempo
Vivendo na Dinamarca, o baixista carioca apresenta seu novo álbum reunindo composições novas e antigas com vozes de cantoras convidadas.

Stereolab – Electrically Possessed (Switched On Volume 4)
Mais uma compilações da veterana banda inglesa abrangendo as produções lançadas entre 1999 e 2008. Neste quarto volume, o grupo reúne vários EPs, faixas de compilação e compactos 7 polegadas lançados entre 2000 e 2005.

Chloe X Halle – Ungodly Hour: Chrome Edition
Apadrinhadas por Beyoncé, a dupla de irmãs lança uma nova versão de seu segundo álbum com duas faixas inéditas.

Jimmy Edgar – Cheetah Bend
O produtor norte-americano apresenta sua experiência com hip-hop de vanguarda, levando o gênero a uma nova dimensão, como disse a DJ Mag, que considerou o trabalho como álbum do mês.

Digga D – Made in the Pyrex
Aos 20 anos, o rapper e compositor britânico já frequenta as paradas inglesas. Nessa mixtape, ele reúne alguns de seus principais singles.

Nervous Dater – Call In The Mess
O trio nova-iorquino passeia por indie rock e pop punk e em seu segundo álbum traz canções que embalam o fim do mundo sustentadas pela voz de Rachel Lightner e por guitarras dilacerantes.

Vários – J Jazz Volume 3: Deep Modern Jazz from Japan
Terceiro volume da série de compilações da BBE Music explorando o melhor do jazz moderno japonês, incluindo gravações raras.

______________________

EP

FBC – Outro Rolê
A efervescente cena do rap de Mina Gerais não para de mostrar novos talentos. Para quem ainda não conhecia, FBC é mais um deles.

DJ Elohim – Moo Danças (parte 2)
O DJ, baterista e colecionador de compactos paulista passeia pelas raízes do funk numa produção caprichada de grooves, synths e samples pronta para as pistas.

Victor Xamã – Calor
Com participações de Froid e Baco Exu do Blues, rapper manauara traz seu novo trabalho carregado de influências da soul music.

Guerrinha – Praia das Pedrinhas
O produtor carioca faz uma singela a uma praia na pacata Macaé neste trabalho ambientado no universo da eletrônica jazz-funk.

Autoclismo – Tetra
O trio instrumental do Piauí dá o recado neste curto EP de 4 músicas, no qual trafegam por rock alternativo, hardcore, post-hardcore e experimentações sonoras.

Roberta Zerbini – Pedra Pássaro
Primeira de duas partes do novo trabalho, a paulista mescla nesse EP composições próprias com obras de Tom Jobim, Gerônimo, Vinicius de Moraes e José Miguel Wisnik.

Monise Borges – Não vão nos calar
A cantora e compositora piauiense lança EP onde trata da violência contra as mulheres na sociedade.

Luma Schiavon – Minha Lucidez É Minha Ruína
A cantora e compositora mineira lança seu primeiro EP flertando com folk, blues, MPB, rock e indie em 5 faixas.

DeCo N. – Middle Tech
DeCo Nascimento e Tatiana Travisani formam o Clássicos da Calçada, projeto de arte eletrônica e performance sonoro-visual em tempo real que aqui apresenta o registro da performance audiovisual ao vivo gravada em São Paulo.

Clara Lima e Go Dassisti – Só Sei Falar de Amor
A rapper paulista traz delicadeza e romance em seu EP recheado de participações e com produção de Go Dassist.

Mc Draak – Roda Gigante
O artista pernambucano se afasta do brega funk e mergulha de vez no trap, focando esse novo trabalho totalmente no gênero.

Laura Mvula – 1/f
A cantora e compositora inglesa é mais uma que aposta nas sonoridades dos anos 1980, Nesse curto EP que parte para uma sonoridade funky, com direito a uma versão de clássico de Diana Ross.

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Pixies
Ouça ou baixe ‘Head Carrier’, o novo disco do Pixies