A nova música do Nordeste através de 35 videoclipes

Há um Nordeste inventado. Aquele homogêneo, estereotipado ou idealizado. Quase sempre retratado de forma reducionista através de um povo que vive na seca e com fome, que usa chapéu de couro, que só tem a cultura tradicional como referência e com com alguns ritmos musicais marcantes. O Nordeste é tudo isso. Tudo isso também, mas não apenas.

São nove estados, com muita diversidade, onde se convive o tradicional e a alta tecnologia, com vários sotaques, climas e culturas. Uma região diversa, onde se dança forró, se ouve maracatu e baião, onde se toca sanfona. Mas também que dança em raves, ouve e produz rap, jazz, música eletrônica e rock, e se toca guitarras, MPCs e sintetizadores.

Veja também:

30 novos clipes para você conhecer mais da música feita na Bahia.
M-V-F- Awards divulga premiação com os melhores videoclipes de 2020.

Reunimos aqui um apanhado de clipes de artistas, boa parte deles novos, que mostram diversas facetas de um Nordeste que continua produzindo parte da melhor música do país. Os ritmos ligados às tradições mais típicas da região seguem presentes, mas tem também todo o resto, rap, reggae, rap, eletrônica, misturado ou não com as expressões populares marcantes do lugar.

São 35 videoclipes de todos os estados, com destaque para a forte presença de Sergipe com oito produções. Um reflexo da alta produção do menor estado do país, muita vezes invisível para muitos. Pernambuco aparece com 5 clipes, o Rio Grande do Norte com 4 e todos os outros com três produções.

No el Cabong, já fazemos há algum tempos postagens exclusivas com a produção originária da Bahia. Resolvemos incluí-los aqui, reforçando o estado como um dos nordestinos com alta produção. Os últimos 30 clipes baianos que reunimos podem ser vistos aqui.

Luana Flores – Canto de Proteção (Paraíba)

Julico – Ikê Maré (Sergipe)

Italo Azevedo e Gabriel Aragão – Tempo de Partir (Ceará)

BaianaSystem Feat. Liz Reis – Guerra Batalha (Bahia)

Bia e Os Becks – Paraíso (Piauí)

VINAA – Volta Pra Casa (Maranhão)

Llari – Tara (Alagoas)

Jam da Silva – Leve e de Brisa (Pernambuco)

DuSouto – Piscininha (Rio Grande do Norte)

Sandyalê – Sua (Sergipe)

Zéis – Vai Ter Carnaval (Ceará)

Young Piva – Barro (Bahia)

Marcello Rangel – Cinemascópio (Pernambuco)

Pablo Zuazo – Ela é Foda (Maranhão)

Allen Alencar feat. Igor Caracas – A Incrível Viagem das Plantas (Sergipe)

Txio Paulinho – Sombra e Água Fresca (Rio Grande do Norte)

Romero Ferro – Fake (Pernambuco)

Paulinho Araújo – Quem-te (Sergipe)

Riegulate – 7 Billion Souls (Paraíba)

Monise Borges – Não vão nos calar (Piauí)

Plutão Já Foi Planeta – Acostuma (Rio Grande do Norte)

Polayne – Fogueira (Sergipe)

Mulungu – Deus Tempo (Pernambuco)

Gugs – O Beco (Maranhão)

Berg Menezes – Muda (Ceará)

Bruno Del Rey – Lamento Sergipano (Sergipe)

Janu – Povo Brasileiro (ft. Paulo Franco) (Alagoas)

Chico Flores – Blues do Uirapuru (Paraíba)

Androla – Menina (Rio Grande do Norte)

Ipásia – Paura (Sergipe)

Valciãn Calixto – Faz Tanto Tempo (Piauí)

Artur Ribeiro – Por Nós (Bahia)

Luna Vitrolira – Ajoelha e Reza (Pernambuco)

Samba do Arnesto – O meu Samba em Oração (Sergipe)

Batata Boy – Love Message (Alagoas)

Para quem gosta de música sem preconceitos.

O el Cabong tem foco na produção musical da Bahia e do Brasil e um olhar para o mundo, com matérias, entrevistas, notícias, videoclipes, cobertura de shows e festivais.

Veja as festas, shows, festivais e eventos de música que acontecem em Salvador, com artistas locais e de fora dos estilos mais diversos.

Leia Mais
Nova leva de clipes brasileiros